fk@fkconsultoria.com.br
+55 (11) 3817.5842 | 3459.7420

Passe o Mouse sobre as abas acima e saiba mais sobre os nossos serviços

Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços, Intangíveis e Outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio.

Informações sobre visto temporário, permanente ou de residência para estrangeiros no Brasil.

Informações sobre documentos necessários para os estrangeiros para sua permanência no Brasil.

Para residentes no Brasil que possuam ativos totais no exterior em montante igual ou superior a US$100.000,00.

Informações sobre os cursos disponíveis, abertos ou “in company”, e agenda de programação.

Informações sobre registros no Banco Central do Brasil de investimentos estrangeiros em capital e operações financeiras.

Oferecemos a nossos clientes e parceiros os serviços relacionados às atividades paralegal.

Investidor Estrangeiro – Pessoa Física

Tipo de visto: Autorização de residência por prazo Indeterminado. Após aprovação da Imigração brasileira o visto deve ser aplicado no passaporte no Consulado brasileiro no exterior escolhido pelo interessado.

Prazo do documento de identidade (RNE/CRNM): 3 anos

A autorização de residência é destinada ao investidor estrangeiro que pretenda fixar-se no Brasil com a finalidade de constituir uma empresa e investir recursos igual ou superior a R$ 500.000,00 em atividades produtivas - indústria, comércio, agropecuária ou serviços. Deverá ser apresentado à Imigração um Plano de Investimento estabelecendo a utilização dos recursos, a geração de emprego e renda no País.

As autoridades poderão autorizar a residência por prazo indeterminado ao estrangeiro quando o valor do investimento estiver abaixo de R$ 500 mil, desde que não seja inferior a R$ 150 mil, para o empreendedor com o propósito de investir em atividade de inovação, de pesquisa básica ou aplicada, de caráter científico ou tecnológico.

A FK Consultoria presta assessoria ao empresário estrangeiro em todas as etapas estabelecidas na legislação brasileira, observados os seguintes passos:

1. Obtenção do CPF – Cadastro de Pessoas Físicas, que é o identificador fiscal do estrangeiro;

2. Constituição da empresa e obtenção do CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, que é o identificador fiscal da empresa;

3. Credenciamento da empresa no Banco Central e posterior registro do capital ingressado no país;

4. Capitalização da empresa com a remessa dos recursos em moeda estrangeira ao Brasil;

5. Pedido da autorização de residência para o investidor estrangeiro e de seus dependentes na Imigração brasileira;

6. Aplicação do visto no passaporte do estrangeiro e de seus dependentes no Consulado brasileiro no exterior; e

7. Solicitação do RNE/CRNM e de seus dependentes na Polícia Federal brasileira após seu retorno ao Brasil.

É possível utilizar recursos investidos em imóveis e outros bens no país. Quando o investidor estrangeiro já possui outros investimentos no Brasil, realizamos um estudo e diagnóstico da situação, visando o aproveitamento dos recursos para capitalização da empresa.

Voltar
<